O que o brasileiro pensa?
26 de janeiro de 2020, 14h53

Weintraub acata reclamação de seguidor sobre prova do Enem via Twitter

O MEC não respondeu por que só a filha de apoiador do governo terá resposta individual ao seu caso

Reprodução/Twitter

Abraham Weintraub, Ministro da Educação, determinou pessoalmente que fosse feita nova análise de uma prova do  do Enem de uma candidata depois que o pai dela, um apoiador do governo Bolsonaro e abertamente antipetista, o contatou via Twitter.

Há ao menos 24 ações na Justiça, além da ação civil pública do Ministério Público Federal de MG, que pedem nova correção da prova do Enem após os resultados terem sido divulgado com erros e causado muitos transtornos a quem fez a prova.

Neste sábado (25), um perfil com nome de Carlos Santanna fez uma pergunta marcando o perfil oficial de Weintraub. “Ministro, minha filha tem certeza que a prova do Enem dela não teve a correção adequada e que ela foi prejudicada. E agora? A inês é morta? O Sisu termina amanhã”, escreveu ele.

Weintraub respondeu ao apoiador com um print de WhatsApp de uma conversa com um “Alê”.

No print há a solicitação do Ministro e a resposta: “Ministro, a participante teve a prova corrigida corretamente. Tudo confere. Fez a prova em Ribeirão Preto/SP. Conferido com a aplicadora. Não houve erro de associação no caso dela”,

 

 

O nome do presidente do Inep, responsável pelo Enem, é Alexandre Lopes.

A assessoria do Inep disse à Folha, neste domingo (26), que estão revisando as provas de todos que estão reclamando de maneira informal, por meio das redes sociais, mas que não dará respostas individuais a elas.

Sobre as demandas na Justiça, afirmou que a AGU (Advocacia-Geral da União) é a responsável legal por cuidar desses casos.

O MEC não respondeu por que só a filha de apoiador do governo terá resposta individual ao seu caso.

O ministério nega novas falhas além das já divulgadas. Abraham Weintraub disse que as novas reclamações partem de pessoas vinculadas a partidos radicais de esquerda.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum