O que o brasileiro pensa?
29 de junho de 2020, 19h59

Fórum lança serviço de Ouvidoria

Nas três primeiras semanas de trabalho, Ouvidoria recebeu sugestões e monitorou interações. Confira os resultados

Por Edgard Piccino*

Desde o dia 6 de junho a Revista Fórum tem um serviço de Ouvidoria para interagir com seus leitores e receber denúncias, reclamações, críticas, sugestões e elogios.

Nestas primeiras semanas iniciamos uma varredura nas interações com o perfil da Fórum nas redes sociais a fim de identificar a natureza das manifestações e encaminhá-las para avaliação da redação.

Nessas três primeiras semanas de monitoramento o resultado foi: uma matéria corrigida, dois erros de ortografia também corrigidos e o acréscimo do crédito a um fotógrafo em uma imagem.

As interações monitoradas foram distribuídas conforme o gráfico abaixo:

Adotamos as classificações do espectro político entre esquerda e direita pois ele permite apresentar um quadro esquemático que facilita a interpretação.

As críticas feitas por pessoas de esquerda são diversas, mas se concentram em duas temáticas principais: matérias cuja manchete ou conteúdo possam causar dificuldades no entendimento; e matérias sobre assuntos considerados de pouca relevância para o debate público. Observa-se também que neste grupo estão concentrados a maior parte dos alertas sobre conteúdos imprecisos.

Já as críticas feitas por perfis de centro-esquerda podem ser agregadas nos seguintes grupos: acusações da Fórum ser um veículo de “extrema-esquerda ou petista”; desaprovação pelo veículo adotar postura crítica em relação a alguns líderes de centro-esquerda, em especial o ex-ministro Ciro Gomes; e acusações de divulgar informações falsas em relação aos mesmos líderes. Acusações que não se confirmaram após checagem.

As críticas de direita e extrema-direita também se concentram principalmente no fato de que uma parte deste público enxerga em reportagens da Fórum a publicação de “fake news”. Esse público costuma atribuir falta de credibilidade ao veículo também por considerá-lo “de extrema-esquerda ou petista”. As acusações de falta de credibilidade frequentemente associam a Fórum com outros veículos progressistas ou da grande mídia.

Sobre os alertas de conteúdos imprecisos ou falsos, em 87,5% dos casos a acusação após checagem mostrou-se improcedente e em 12,5% dos casos a informação foi imediatamente corrigida e a matéria atualizada. Esses 12,5%, é importante ressaltar, dizem respeito a uma única reportagem em que o conteúdo precisou ser retificado. Para este único caso foram enviados diversos alertas e a redação imediatamente corrigiu a informação após o encaminhamento da Ouvidoria.

Nos casos de acusações inverídicas de fake news muitas vezes outros leitores já respondem, demonstrando que o conteúdo da matéria está correto.

Serviço:
A ouvidoria pode ser acessada através do e-mail: ouvidoria@revistaforum.com.br, por mensagens privadas nas redes sociais ou utilizando a hashtag #OuvidoriaFórum.

*Edgard Piccino é sociólogo e ouvidor da Revista Fórum


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum