vacina

  • Machos e machucados

    O machismo mata milhares de mulheres todos os anos, mas também mata e adoece inúmeros.

  • Por que ninguém pode ficar sem TV digital? A “Família Dinossauros” sabia porque

    Na época que a série “Família Dinossauros” (1991-1994) ia ao ar no início dos anos 1990 não existia a TV digital. Mas um episódio da série em 1993 explicava o porquê do atual esforço concentrado e inédito envolvendo Governo, emissoras, Federação de indústrias e ONGs para evitar que massas de telespectadores ficassem sem televisão com […]

  • Padilha: Black Blocs da economia, dos empregos e da esperança

    Nesta semana, o colunista da Fórum Alexandre Padilha fala sobre os retrocessos do governo Temer. "Sofremos a aventura do 'austericídio' definitivamente instalado após o golpe. A ideia de que só é possível fazer a economia crescer com uma medida: derrubá-la ao chão primeiro", diz

  • Crivella manda e O Dia demite jornalista

    O bispo negou que tenha algo a ver com a demissão de Caio Barbosa, mas é desmentido pelo jornalista e pelo próprio jornal. Matéria que teria sido o pivô da história foi retirada do ar, mas pode ser lida na íntegra aqui.

  • Belo Horizonte Parada

    Uma quarta-feira (15) com cara de feriado. O metrô não circula, postos de saúde e escolas estão fechados. Manifestações e passeatas acontecem por toda a cidade. Belo Horizonte adere à greve contra as reformas trabalhista e da previdência de temer.

  • Artigo de Xico Sá manifesta indignação a ódio contra Chico Buarque nas redes

    Chico Buarque venceu o prêmio literário francês Roger Caillois pelo conjunto da obra na categoria Literatura Latino-Americana. Assim que a notícia foi publicada, uma enxurrada de manifestações de ódio ao artista brasileiro inundaram as redes. O jornalista Xico Sá, espantado com o fato, escreveu no El País o artigo “O Brasil precisa voltar a amar Chico Buarque”. Leia aqui.

  • Fidel se foi, mas persistirá imprescindível

    Na madrugada deste sábado a esquerda latino-americana perde o maior de seus ícones, o mais emblemático deles, que liderou uma revolução camponesa socialista, derrubando a ditadura grotesca sanguinária, corrupta de Fulgêncio Batista, um capacho dos Estados Unidos. Como se isso fosse pouco para a mais cinematográfica das revoluções socialistas, o comandante em chefe da Revolução […]

  • Temer tira a grande imprensa do vermelho

    Cientistas políticos alertam que o pior de um presidencialismo de coalizão é a pulverização de favores a líderes políticos de diversos partidos.

  • O verdadeiro crime contra o Brasil é o PIG, ator do golpe, alimentado com os seus impostos, roubar-lhe o direito à saúde e à educação

    ATUALIZAÇÃO: Escreva aos deputados, não permita que este congresso sem qualquer compromisso com o povo reduza recursos para Educação, Saúde e demais áreas sociais para continuar pagando juros a banqueiros com nossos impostos! Acesse: Brasil 2036,  site criado pela UFRJ, em que, num apertar de botão, você manda e-mail para todos os deputados ao mesmo tempo, […]

  • FIOCRUZ: PEC 241 e os impactos sobre os direitos sociais, a saúde e a vida

    PEC 241 e os impactos sobre os direitos sociais, a saúde e a vida O Conselho Deliberativo da Fiocruz torna pública a carta aberta “A PEC 241 e os impactos sobre os direitos sociais, a saúde e a vida”. O documento alerta a sociedade, o governo federal e o Congresso Nacional sobre os efeitos negativos […]

  • Eleitores pobres de São Paulo elegeram o milionário Dória por escolha consciente

    O PT foi varrido do mapa no estado de São Paulo, com raríssimas exceções como em Araraquara os eleitores disseram não ao PT. Em 23 grandes cidades brasileiras a maioria de cidadãos pobres que precisa de políticas públicas do Estado escolheu votar em milionários para governarem as suas cidades. Escolheu votar em milionários que invadiram terrenos públicos, […]

  • O Estado contra a sociedade

    “Publicado originalmente em 1974, e considerada uma das obras fundamentais da antropologia política, ‘A sociedade contra o Estado’, de Pierre Clastres, propõe uma leitura das sociedades ditas “primitivas” ainda hoje original e incômoda. A tese que a atravessa ‒ grosso modo, de que a sociedade pode prescindir do Estado e que não necessita de sua […]