Imprensa livre e independente
17 de janeiro de 2016, 14h50

Papa Francisco faz discurso de apoio aos imigrantes e refugiados

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo”

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo” Por Agência Lusa O Papa Francisco pediu hoje (17) aos imigrantes que não lhes deixem roubar a esperança e a alegria de viver, durante a celebração do Angelus na Praça de São Pedro, em Roma. Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura...

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo”

Por Agência Lusa

O Papa Francisco pediu hoje (17) aos imigrantes que não lhes deixem roubar a esperança e a alegria de viver, durante a celebração do Angelus na Praça de São Pedro, em Roma.

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo”.

O pontífice falou a 7 mil imigrantes de 30 países residentes na região de Lazio – região que engloba Roma. Eles compareceram à Praça de São Pedro para celebrar a jornada do Ano Santo do Jubileu dos Migrantes.

“A vossa presença nesta praça é sinal da esperança de Deus. Não deixeis roubar esta esperança e alegria de viver que nascem da experiência da divina misericórdia”, acrescentou o Papa Francisco.

Veja também:  Na esteira do sucesso do marido, Rosângela Moro abriu empresa de cursos e palestras

Também foi levada para São Pedro a cruz de Lampedusa, ilha no Mar Mediterrâneo pertencente à Itália que recebe grande fluxo de imigrantes. Feita com a madeira das barcas que levam os imigrantes até a Itália, a cruz foi benzida por Francisco durante a sua visita à ilha.

Depois do Angelus, os imigrantes participaram de uma missa na Basílica de São Pedro. A cerimônia foi celebrada pelo cardeal Antonio María Vegliò, presidente do Conselho Pontifício para os Migrantes e Itinerantes.

O papa também pediu orações pelas vítimas dos recentes atentados na Indonésia e em Burkina Faso. Ele pediu empenho à comunidade internacional para construir a paz. “Que o Senhor os acolha em sua casa”, disse o pontífice. Semana passada, oito pessoas morreram num atentado em Jacarta, capital da Indonésia, e uma ofensiva terrorista em Burkina Faso matou 29 pessoas.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum