Imprensa livre e independente
21 de maio de 2015, 09h51

Parecer encomendado pelo PSDB descarta impeachment de Dilma

Documento entregue pelo jurista Miguel Reale Júnior ontem (20) ao presidente do partido, Aécio Neves, afirma que não há indícios suficientes para entrar com a medida.

Documento entregue pelo jurista Miguel Reale Júnior ontem (20) ao presidente do partido, Aécio Neves, afirma que não há indícios suficientes para entrar com a medida Por Redação O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), recebeu ontem (20) o parecer do ex-ministro da Justiça, Miguel Reale Júnior, recomendando que o partido descarte a abertura de processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Segundo o jurista, não há fatos suficientes para entrar com a ação. O tucano afirmou que o documento aponta indícios de crime de responsabilidade por parte da presidenta “cada vez maiores”, mas apresenta medidas judiciais...

Documento entregue pelo jurista Miguel Reale Júnior ontem (20) ao presidente do partido, Aécio Neves, afirma que não há indícios suficientes para entrar com a medida

Por Redação

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), recebeu ontem (20) o parecer do ex-ministro da Justiça, Miguel Reale Júnior, recomendando que o partido descarte a abertura de processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Segundo o jurista, não há fatos suficientes para entrar com a ação.

O tucano afirmou que o documento aponta indícios de crime de responsabilidade por parte da presidenta “cada vez maiores”, mas apresenta medidas judiciais que podem vir a ser adotadas, excluindo o impeachment. “Não é agenda para agora”, declarou o senador, frustrando boa parte da bancada do partido na Câmara, que defendia um pedido direto no Congresso.

Porém, o próprio presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já havia sinalizado que arquivaria o processo. Agora, Aécio deve se reunir com outros políticos para apresentar as conclusões do parecer. Ele disse que a oposição agirá unida e não poupará esforços para desgastar o governo petista.

Veja também:  São Paulo será sede da primeira Convenção Nacional da Terra Plana

Foto de capa: Divulgação/Facebook

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum