Imprensa livre e independente
22 de maio de 2019, 09h07

Pato fora. Fiesp não participará das manifestações para defender governo Bolsonaro

Desta vez não vai ter pato nem acampamento em frente à sede da entidade

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
O pato está fora. De acordo com informações do Painel S.A., da Folha, a Fiesp não vai participar da manifestação em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) marcada para este domingo (26). Participante ativa dos protestos que culminaram com o golpe que destituiu a presidenta Dilma Rousseff, em 2016, a Fiesp marcou para domingo um congresso de micro e pequenas indústrias. Haverá debates e palestras sobre inovação, marketing, indústria 4.0 e outros assuntos distantes da política. O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que foi candidato ao governo de São Paulo nas últimas eleições, declarou na ocasião voto em Bolsonaro, carregando consigo boa parte do empresariado...

O pato está fora. De acordo com informações do Painel S.A., da Folha, a Fiesp não vai participar da manifestação em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) marcada para este domingo (26).

Participante ativa dos protestos que culminaram com o golpe que destituiu a presidenta Dilma Rousseff, em 2016, a Fiesp marcou para domingo um congresso de micro e pequenas indústrias.

Haverá debates e palestras sobre inovação, marketing, indústria 4.0 e outros assuntos distantes da política.

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que foi candidato ao governo de São Paulo nas últimas eleições, declarou na ocasião voto em Bolsonaro, carregando consigo boa parte do empresariado paulista.

Desta vez não vai ter pato e nem acampamento em frente à sede da entidade.

Veja também:  O ovo vai gerar a serpente?, por Cid Benjamin

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum