Fórum Educação
21 de Maio de 2020, 18h51

Pesquisa Fórum: Saiba quem é o eleitor que simpatiza com o PT

Fundado nos anos 80 para agregar trabalhadores, militantes de esquerda, intelectuais e artista, o PT ainda tem forte adesão das camadas mais populares, especialmente no Nordeste, região beneficiada nos governos de Lula e Dilma Rousseff

Foto: Ricardo Stuckert

Fundado nos anos 80 com o objetivo de agregar trabalhadores, militantes de esquerda, intelectuais e artistas, o PT chega aos seus 40 anos como principal partido na preferência dos eleitores, mesmo sendo alvo de ataques maciços de setores alinhados aos conservadores e diante de uma crise política sem precedentes desde o golpe de 2016.

Segundo a Pesquisa Fórum de maio, o PT é a única sigla que chega aos dois dígitos de preferência, com 13,8% dos entrevistados dizendo ser simpatizantes de suas ideias – com 4,3%, o PSL, que elegeu Jair Bolsonaro, é a segunda legenda mais citada na pesquisa, ante 70% que dizem não ter preferência partidária.

O levantamento traça ainda um perfil de quem é esse eleitor simpático ao partido, que elegeu dois presidentes – Lula e Dilma – a partir da virada do século e apresentou uma nova alternativa, popular e mais democrática, de se governar o país.

Entre os homens, 14,9% citam o partido, enquanto o PT é lembrado por 12,8% das mulheres. A base eleitoral da sigla continua entre os jovens, concentrada entre 16 e 24 anos (17,7%) e 25 e 34 anos (19,1%). Entre os idosos, com idade acima de 60 anos, o partido tem preferência de apenas 6,7%, a mais baixa nas faixas etárias pesquisadas.

Nordestino, trabalhador e pobre
Lembrando a história de Lula, a maior força do eleitorado petista continua entre os trabalhadores com baixa renda, concentrados sobretudo no Nordeste brasileiro – embora tenha ganhado uma expressiva adesão de empresários, beneficiados principalmente durante o governo do petista.

No Nordeste, 20,7% dos entrevistas dizem ter o PT como partido de preferência. A região Norte vem em seguida, com 15%, e o Centro-Oeste na sequência, com 13,6%. No Sul está o menor índice, de 9%, e no Nordeste, onde a legenda foi criada 11% dizem ter simpatia pelas ideias petistas.

Em relação à renda, 18,6% dos que ganham até 2 salários mínimos citam o PT. Em seguida, estão aqueles que recebem entre 3 e 5 S.M., com 13,2%. Entre os mais ricos, que ganham entre 10 e 20 S.M. está a menor adesão, com 5,2%.

O partido ainda tem a preferência de 25,5% daqueles que estão na informalidade, fazendo os chamados bicos – que foram beneficiados em grande parte nas gestões petistas. Trabalhadores assalariados sem registro (18,7%), funcionários públicos (16,8%) e trabalhadores com CLT (13,4%) também tem boa adesão às ideias da sigla.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum