Imprensa livre e independente
05 de abril de 2019, 06h11

PF comprova participação de ministro de Bolsonaro em esquema laranja do PSL em Minas

Inquérito já teria comprovado a suspeita do crime de falsidade ideológica por Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, no laranjal do PSL em Minas. Outro crime em apuração é o de lavagem de dinheiro

Bolsonaro, o ministro Marcelo Álvaro e a candidata laranja, Zuleide de Oliveira (Reprodução)
Reportagem de Camila Mattoso, na edição desta sexta-feira (5) da Folha de S.Paulo, revela que investigação da Polícia Federal comprova a participação de Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, no esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Minas Gerais na eleição de 2018. Leia também: “Queria ajudar Bolsonaro a mudar o país. Que nojeira”, diz candidata chamada para ser laranja em Minas Gerais Segundo a reportagem, o inquérito já apurou a suspeita do crime de falsidade ideológica. Outro crime em apuração é o de lavagem de dinheiro. Depoimentos prestados (entre eles o de um nome inédito até aqui), áudios obtidos...

Reportagem de Camila Mattoso, na edição desta sexta-feira (5) da Folha de S.Paulo, revela que investigação da Polícia Federal comprova a participação de Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, no esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Minas Gerais na eleição de 2018.

Leia também: “Queria ajudar Bolsonaro a mudar o país. Que nojeira”, diz candidata chamada para ser laranja em Minas Gerais

Segundo a reportagem, o inquérito já apurou a suspeita do crime de falsidade ideológica. Outro crime em apuração é o de lavagem de dinheiro.

Depoimentos prestados (entre eles o de um nome inédito até aqui), áudios obtidos pela PF e documentos colhidos levam a investigação do caso ao ministro do Turismo do governo Jair Bolsonaro. O próximo passo é aprofundar as investigações para identificar qual foi a participação do ministro em eventuais crimes.

Leia a reportagem completa na Folha de S.Paulo

Veja também:  Em maio, engenheiros e Defesa Civil já alertavam sobre risco de rompimento de barragem na Bahia

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum