Imprensa livre e independente
06 de junho de 2019, 08h58

PF diz que Andréa Neves teve acesso a investigações sigilosas por meios escusos

Cópias de depoimentos de investigados foram encontradas, em dezembro, na casa de Andréa, entre eles um de Joesley Batista, da JBS. O empresário delatou dezenas de políticos, inclusive Aécio

Foto: Reprodução
Andréa Neves, irmã do deputado Aécio Neves (PSDB-MG), teve acesso a investigações sigilosas por meios escusos. É o que aponta uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta quarta-feira (5). De acordo com a PF de Minas Gerais, dois escrivães lideravam uma rede interna de vazamentos que monitoravam inquéritos e passavam documentos que estavam em segredo de Justiça para advogados. A polícia prendeu três pessoas de forma preventiva, uma de forma temporária, e cumpriu sete mandados de busca e apreensão. Outros suspeitos foram intimados para esclarecimentos, entre elas, a irmã de Aécio, Andréa Neves. Os escrivães realizaram 56 acessos indevidos em casos de interesse do...

Andréa Neves, irmã do deputado Aécio Neves (PSDB-MG), teve acesso a investigações sigilosas por meios escusos. É o que aponta uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta quarta-feira (5).

De acordo com a PF de Minas Gerais, dois escrivães lideravam uma rede interna de vazamentos que monitoravam inquéritos e passavam documentos que estavam em segredo de Justiça para advogados.

A polícia prendeu três pessoas de forma preventiva, uma de forma temporária, e cumpriu sete mandados de busca e apreensão.

Outros suspeitos foram intimados para esclarecimentos, entre elas, a irmã de Aécio, Andréa Neves.

Os escrivães realizaram 56 acessos indevidos em casos de interesse do advogado de Andréa, Sânzio Baioneta Nogueira, entre 2013 e 2018.

Cópias de depoimentos de investigados foram encontradas, em dezembro, na casa de Andréa, entre eles um de Joesley Batista, da JBS. O empresário delatou dezenas de políticos, inclusive Aécio.

Segundo a PF, os documentos faziam parte de um inquérito sigiloso, do qual o tucano e a irmã não eram parte e, portanto, não fazia sentido que tivessem nenhum tipo de acesso.

Veja também:  Boulos: Decisão de Toffoli mostra que Bolsonaro pode conseguir o que quer "sem precisar do cabo e do soldado"

Com informações da Folha

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum