Imprensa livre e independente
11 de julho de 2019, 20h03

Pilar del Río, após visita a Lula: “Vi um homem que mantém capacidade de liderança no Brasil e no mundo”

Escritora espanhola e viúva do escritor José Saramago visitou Lula na prisão acompanhada de Dilma Rousseff; segundo Pilar, o Brasil hoje é visto com "perplexidade" na Europa

Dilma Rousseff e Pilar del Río, após visita a Lula em Curitiba (Foto: Eduardo Matysiak)
A ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quinta-feira (11) a visita da ex-presidenta Dilma Rousseff, que foi acompanhada da jornalista e escritora espanhola Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo As duas importantes mulheres estiveram nesta tarde no prédio da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, e deram entrevistas à imprensa durante a saída. Perguntada sobre como encontrou o ex-presidente Lula, Pilar de Río disse que “vi o mesmo líder mundial que conheci anos atrás, em reuniões internacionais (…) e...

A ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quinta-feira (11) a visita da ex-presidenta Dilma Rousseff, que foi acompanhada da jornalista e escritora espanhola Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

As duas importantes mulheres estiveram nesta tarde no prédio da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, e deram entrevistas à imprensa durante a saída.

Perguntada sobre como encontrou o ex-presidente Lula, Pilar de Río disse que “vi o mesmo líder mundial que conheci anos atrás, em reuniões internacionais (…) e o vi exercendo a capacidade de liderança que ele teve e tem no brasil e no mundo, e também muito consciente de quem ele é e porque está preso”.

Em seguida, a escritora (que é viúva do também escritor português José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura de 1998), respondeu a pergunta de um jornalista sobre como o Brasil é visto hoje na Europa. Segundo a escritora, o país é visto hoje “com perplexidade”, porque parecia que “se tornava potência e tinha mais personalidade e visibilidade no tempo dessas duas presidências (de Lula e Dilma), e que agora vive um nível comparável com o de nações que melhor não devemos citar”. Também disse que, antigamente, quando se falava sobre o Brasil na Europa “se pensava em Fome Zero e Minha Casa Minha Vida” (dois programas sociais que marcaram os governos do PT).

Veja também:  Acusado de nepotismo e ironizado nas redes, Eduardo Bolsonaro prepara lista de embaixadores de Lula

Por sua parte, a ex-presidenta Dilma Rousseff respondeu mais a questões sobre as novas revelações do caso Vaza Jato, e falou que a série de reportagens do The Intercept Brasil revelou irregularidades que “levam à perda de credibilidade não só aos olhos da população brasileira mas também do mundo, porque isso é inadmissível em u país que se diz democrático”.

Também falou sobre a reforma da Previdência, dizendo que “o projeto que o governo quer aprovar no final das contas pode levar a problemas de uma gravidade muito grande, como o empobrecimento dos idosos, que é o que aconteceu no Chile”.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum