Imprensa livre e independente
25 de outubro de 2014, 12h25

Pimentel promete investigar gestões tucanas em MG

Petista herdará um estado com histórico de denúncias feitas ao Ministério Público de desvios de recursos nas áreas da Saúde, Educação e Previdência

Petista herdará um estado com histórico de denúncias feitas ao Ministério Público de desvios de recursos nas áreas da Saúde, Educação e Previdência Por Redação Fernando Pimentel (PT) foi eleito no 1º turno na disputa pelo governo de Minas Gerais e promete, a partir de 2015, investigar as gestões tucanas que comandaram o estado desde 2002. A informação é do colunista Ilimar Franco. Com a eleição de Aécio Neves há 12 anos, o PSDB governou Minas Gerais por três mandatos – dois do presidenciável e um de Antonio Anastasia. Alberto Pinto Coelho (PP), atual governador, cumpre o restante do mandato...

Petista herdará um estado com histórico de denúncias feitas ao Ministério Público de desvios de recursos nas áreas da Saúde, Educação e Previdência

Por Redação

Fernando Pimentel (PT) foi eleito no 1º turno na disputa pelo governo de Minas Gerais e promete, a partir de 2015, investigar as gestões tucanas que comandaram o estado desde 2002. A informação é do colunista Ilimar Franco. Com a eleição de Aécio Neves há 12 anos, o PSDB governou Minas Gerais por três mandatos – dois do presidenciável e um de Antonio Anastasia. Alberto Pinto Coelho (PP), atual governador, cumpre o restante do mandato deixado por Anastasia.

Segundo divulgado pelo jornalista neste sábado (25), o PT mineiro irá investigar denúncias feitas ao Ministério Público em relação a desvios na área da Saúde, Educação e Previdência, além do favorecimento a empresas pela Cemig, companhia energética do estado. A intenção de Pimentel é evitar ser posteriormente acusado de conivência com essas irregularidades.

Foto: Divulgação

 

Veja também:  Weintraub vai propor fundo privado para bancar universidades federais em plano que será anunciado hoje

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum