Bolsonaro rebate declaração de Mourão sobre vacina: "A caneta é minha"

O presidente não gostou da posição do vice sobre a CoronaVac

Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão - Foto: Foto: Marcos Corrêa/PR
Escrito en POLÍTICA el

O presidente Jair Bolsonaro reagiu na tarde desta sexta-feira (30) à declaração do vice-presidente Hamilton Mourão sobre a compra da Coronavac, a vacina contra a Covid-19 produzida pela China em parceria com o Instituto Butantan.

"A caneta Bic é minha", afirmou o presidente ao blog R7 Planalto, usando um jargão usual seu.

Mais cedo Mourão havia dito que o governo compraria a vacina. “Essa questão da vacina é briga política com o Doria. O governo vai comprar a vacina, lógico que vai. Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí”, disse Mourão à Veja.

Na semana passada, Bolsonaro afirmou não confiar na Coronavac porque ela era feita no país asiático e disse que o imunizante não seria adquirido pelo Brasil, o que desautorizou a intenção do Ministério da Saúde de comprar 46 milhões de doses da vacina.