"Meu pai não cansa de ser burro", afirma filha de Queiroz

"Quando é que teu pai vai aprender a fechar a boca? Eu tô cansada", respondeu a esposa do ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Conversas foram acessadas pelo MP do Rio

Escrito en Política el
Direto da Redação da Revista Fórum.
"Meu pai não cansa de ser burro", afirma filha de Queiroz
Nathalia Queiroz (Foto: Reprodução/Instagram).

O Ministério Público do Rio teve acesso a conversas entre filha e esposa de Fabrício Queiroz que mostram a insatisfação das duas com a participação do ex-assessor de Flávio Bolsonaro na política, mesmo sendo alvo de investigações. Os diálogos foram utilizados na decisão judicial que autorizou a prisão de Queiroz nesta quinta-feira (18).

Em uma das conversas, Nathalia Queiroz, filha do ex-assessor, diz que o pai "não cansa de ser burro". Em resposta, Márcia Oliveira de Aguiar, a esposa, questiona quando ele vai fechar "o c* da boca dele".

Por mensagem, Nathália encaminha para Márcia uma reportagem que mostrava um áudio de Queiroz falando sobre cargos em Brasília. "Meu pai não se cansa de ser burro, né?", questiona a filha do ex-assessor.

Com isso, Márcia responde: "Cara, é foda! Não sei cara, quando é que teu pai vai aprender a fechar o c* da boca dele? Eu tô cansada", desabafa.

Em resposta, Nathália critica o pai por se achar "o cara da política" e cita uma possível revolta de "advogados do 01".

"Márcia, eu vou te falar. De coração. Eu não consigo mais ter pena do meu pai, porque ele não aprende. Meu pai é burro! Meu pai é burro! Ele não ouve. Ele não faz as coisas que tem que fazer. Ele continua falando de política. Ele continua se achando o cara da política", continuou Nathália.

"Quando tá tudo quietinho. Tudo quietinho. Aí vem uma bomba. E vem a bomba vindo do meu pai, né? Pra piorar as coisas, pros advogados do 01, todo mundo fica puto, revoltado. Com certeza todo mundo vai comer o c* dele falando", continuou, referindo-se aos advogados de Flávio Bolsonaro.

Queiroz foi preso nesta quinta pela Polícia Civil na chácara de Frederick Wassef, advogado da família do presidente, em Atibaia (SP). Segundo informações de Bruno Tavares, na GloboNews, policiais e promoters relataram que Queiroz era mantido em esquema de proteção no imóvel, pois já se imaginava que ele poderia ser preso.

Logo Forum