Temer afirma que não avisou Bolsonaro sobre prisão de seu filho Carlos

Ele afirmou ser “um exagero brutal” versão de Paulo Pimenta; o deputado disse ainda que o presidente teria ligado aos prantos para Alexandre de Moraes

Jair Bolsonaro e Michel Temer (Reprodução)
Escrito en POLÍTICA el

Michel Temer afirmou que é uma “mentira absoluta” a informação de que teria avisado o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) de que seu filho 02, o vereador carioca Carlos Bolsonaro, seria preso por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes

De acordo com o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), ao tomar conhecimento do fato, Bolsonaro teria solicitado a Temer que embarcasse imediatamente para Brasília, no intuito de evitar a prisão. Após sua chegada, o atual presidente teria ligado chorando para Moraes e implorado para que seu filho não fosse preso.

“Não houve uma única palavra sobre qualquer filho do presidente, absolutamente nada”, afirma Temer, que definiu a versão como “um exagero brutal, uma coisa triste, falsa, desagradável”.

Temer disse à coluna de Mônica Bergamo que o diálogo que teve com Bolsonaro nos dias 8 e 9 de setembro, pessoalmente e por telefone, objetivava apenas “a distensão que todos queriam”, e que teria sido alcançada.