Bloco na rua: Haddad confirma que Lula disse para ele viajar o Brasil em campanha

Lula se antecipa à decisão do STF, que decide neste semestre se restitui - ou não - seus direitos políticos e coloca Haddad como opção para 2022, caso siga impedido de disputar as eleições

Lula e Haddad (Arquivo)
Escrito en POLÍTICA el

Candidato do PT nas eleições presidenciais de 2018, Fernando Haddad confirmou ao jornalista Leonardo Attuch, do Brasil 247, que, a pedido do ex-presidente Lula, está colocando "o bloco na rua".

“Ele me chamou para uma conversa no último sábado e disse que não temos mais tempo para esperar. Me pediu para colocar o bloco na rua e eu aceitei”, afirmou Haddad. Com a decisão, Lula confirma que o ex-prefeito de São Paulo continua sendo a primeira opção, caso ele siga impedido de entrar na disputa.

Lula se antecipa à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a restituição de seus direitos políticos. "Caso isso ocorra, ele terá o apoio de todos nós”, disse Haddad, que nesta semana passou quatro dias em Brasília, em reuniões com deputados, senadores e com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.?

Ainda neste mês, Haddad deve ir à Minas Gerais e, em breve, fará incursões pelo Brasil. Lula também já planeja agenda pelo país - em princípio mais restrita devido à pandemia do coronavírus. Os dois petistas também devem viajar juntos para alguns destinos.

O STF deve tomar decisões que influenciarão na situação política de Lula ainda neste primeiro semestre. A mais alta corte do país vai avaliar se a sentença do caso do triplex deve ser anulada por causa da parcialidade de Sergio Moro no julgamento.

Temas