Exalando insanidade, Roberto Jefferson faz vídeo com armas: "contra estado gayzista, comunista"

Nas imagens, Jefferson prega uso de armas contra "agentes" do Estado "que quer destruir todos os valores cristãos para uma sociedade de baderna, sexo solto, abusando de crianças, fazendo gaysismo, fazendo apassivamento, droga, aborto". Assista

Roberto Jefferson - Foto: Reprodução
Escrito en POLÍTICA el

Exalando insanidade, Roberto Jefferson, presidente do PTB, partido da base de apoio de Jair Bolsonaro (Sem partido), publicou um vídeo em que aparece fazendo uma ode às armas como "rugido da liberdade".

"Esse é o rugido da liberdade. Não é ao estado que compete a defesa da sua prole, da sua família, da sua casa, do seu patrimônio, que você construiu com o suor do seu rosto. Compete a você", disse Jefferson.

O bolsonarista, que já foi preso condenado por corrupção, ainda diz que as armas têm que ser usadas até mesmo contra "agentes" do Estado.

"A arma é um instrumento até contra agentes do estado. Esse estado que está no mundo opressor, comunista, ateu, marxista, hedonista, imoral, satanista, que quer destruir todos os valores cristãos para uma sociedade de baderna, sexo solto, abusando de crianças, fazendo gaysismo, fazendo apassivamento, droga, aborto. Pra esse estado, nós vamos precisar desses instrumentos", afirmou, ressaltando que "não compete ao estado a defesa dos seus valores, dos nossos valores: Deus, família, pátria, vida e liberdade".

Por fim, Jefferson afirma que "é melhor morrer sangrando, do que morrer de joelhos". "Ajoelhar a Deus, mas enfrentar os tiranos", diz.