"Fundamental é derrotar o bolsonarismo", diz Molon sobre candidatura de Ceciliano, do PT, ao Senado

Alessandro Molon é pré-candidato ao Senado do PSB, que firmou aliança com o PT sobre a candidatura de Marcelo Freixo ao governo do Rio.

Lula com Alessandro Molon e André Ceciliano (Reprodução Twitter)
Escrito en POLÍTICA el

Pré-candidato do PSB ao Senado, Alessandro Molon mostrou naturalidade com o anúncio pelo PT da candidatura de André Ceciliano ao mesmo cargo. PSB e PT fecharam acordo em torno do nome de Marcelo Freixo (PSB) na disputa ao governo do Estado.

“O fundamental é derrotar o bolsonarismo e reconquistar uma das cadeiras do Rio de Janeiro no Senado para o campo democrático. Hoje, os três senadores do RJ são do PL, partido de Bolsonaro. Nossa campanha segue a todo vapor”, disse Molon a Guilherme Amado, no site Metrópoles.

Em conversa com Lula e Gleisi Hoffmann na terça-feira (25), a direção do PT do Rio fechou acordo sobre a candidatura de Ceciliano, que já havia manifestado intenção de entrar na disputa ao governo do Estado, complicando a aliança progressista em torno do nome de Freixo.

"Vamos com tudo com Lula Presidente e Andre Ceciliano Senador! O PT negociará com o PSB e a presidenta Gleisi tem nosso apoio total para isso! E o presidente Lula terá quantos palanques estiverem dispostos a apoiá-lo! Objetivo é isolar Bolsonaro e ampliar Lula no Rio", escreveu nas rede sociais Washington Quaquá, um dos vice-presidentes da sigla.