PL está preocupado com queda de popularidade de Bolsonaro

Líderes do partido têm aconselhado o presidente a deixar de lado o negacionismo em relação à pandemia, em especial, o posicionamento contrário à vacinação infantil

Valdemar Costa Neto, presidente do PL, e Jair Bolsonaro (Divulgação)
Escrito en POLÍTICA el

O PL, que trabalhou tanto pela filiação do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao partido, está preocupado com a queda de popularidade que ele vem enfrentando. Além das pesquisas que têm sido publicadas, o partido encomendou uma própria para avaliar a opinião do eleitorado sobre a gestão de Bolsonaro, e o resultado veio abaixo da expectativa.

Por conta disto, líderes do partido têm aconselhado o presidente a deixar de lado o negacionismo em relação à pandemia, em especial, o posicionamento contrário à vacinação infantil contra a covid-19, e focar no crescimento da economia.

Centrão

Integrantes do Centrão, do qual o partido faz parte, têm criticado o presidente. De acordo com um deputado ouvido pelo Correio Braziliense, "da forma como o presidente está conduzindo o país, em especial com relação à economia e à pandemia, não está certo".

O parlamentar disse ainda que há brigas internas, e, a cada dia, cai mais um aliado. "A maioria dos parlamentares não concorda (com as atitudes do chefe do Executivo). Eu mesmo não posso concordar. A vacinação, por exemplo, é o que está salvando vidas", afirmou.

Pesquisa interna do PL, realizada no fim do ano passado, mostrou que ao menos 10% dos filiados com mandato não aprovam o apoio ao presidente.

Com informações do Correio Braziliense