ELEIÇÕES 2022

Datena acusa Doria de traição: "Movimento equivocado que implode a candidatura do Garcia"

O governador de São Paulo informou aos seus aliados que não vai disputar a presidência da República e abriu uma crise no PSDB

Escrito en POLÍTICA el

O apresentador de TV e pré-candidato ao Senado por São Paulo José Luiz Datena criticou a decisão de João Doria de não mais disputar a presidência da República e afirmou que ela implode a candidatura de Rodrigo Garcia ao governo de São Paulo. 

"Acho um movimento completamente equivocado do Doria se ele fizer isso, porque passa de traído a traidor do [Rodrigo] Garcia. Implode a candidatura dele [a governador]", disse Datena. 

Datena também revelou que, diante da decisão de Doria, cortou a relação política com o governador e que se sente traído. "Doria fazendo esse movimento, não tenho mais nenhum compromisso com essa chapa. Porque aí quem se sente traído sou eu", critica. 

O jornalista também afirmou que não recebeu nenhuma mensagem de Doria e que tomou conhecimento da decisão do governador na manhã desta quinta-feira (31). "Fiquei sabendo disso às 5h da manhã. Que aliados são esses?", questiona. 

Apesar de sentir traído por Doria, Datena afirma que a sua candidatura ao Senado está mantida. Vou ser candidato ao Senado, mesmo independente. Por que eu vou largar o Senado? Por causa desse movimento, que é tão típico da política? Por essas coisas que o Brasil está nesta situação", disse Datena.  

 

Doria desiste da Presidência, irrita PSDB e pode beneficiar Haddad

 

O governador de São Paulo, João Doria, não vai mais disputar a presidência da República. A sua decisão foi revelada para Rodrigo Garcia, o seu vice e que vai disputar o Palácio dos Bandeirantes, na tarde desta quarta-feira (30). A decisão do político causou surpresa e abriu uma crise no PSDB.

Segundo informações da Folha de S. Paulo o vice-governador acusou Doria de traição. Em sua defesa, João Doria afirmou que vai manter a sua promessa de não disputar a eleição e que vai apoiar o vice para a disputa do governo do estado de São Paulo, conforme combinado desde 2018. 

O governador de São Paulo cancelou toda a sua agenda para esta quinta, manteve apenas a participação no 4º Seminário Municipalista que acontece hoje no Palácio dos Bandeirantes, às 16h, momento em que se acredita que Doria fará um pronunciamento sobre o seu futuro político.