PREFEITURA DE SÃO PAULO

Eleições 2024: Bolsonaro ameaça retirar apoio à candidatura de Ricardo Nunes

Ex-presidente aposta em aliado que foi ministro em seu governo; PL prometeu apoio, mas deve lançar candidato próprio

Bolsonaro e Ricardo Nunes.Créditos: Reprodução
Escrito en POLÍTICA el

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) estaria inclinado a não apoiar a reeleição de Ricardo Nunes (MDB) à Prefeitura de São Paulo nas eleições municipais de 2024, segundo pessoas próximas dele. O PL, por meio do presidente Valdemar Costa Neto, havia sinalizado apoio à candidatura do prefeito da capital paulista, mas Bolsonaro não estaria satisfeito com a chapa.

A legenda havia firmado acordo com Ricardo Nunes, porém o alto índice de rejeição ao bolsonarismo na cidade de São Paulo – na qual Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu no segundo turno das eleições de 2022 – resultaram na baixa popularidade de Nunes nas pesquisas eleitorais prévias.

Em setembro, Nunes afirmou que o apoio de Bolsonaro à sua candidatura estava "caminhando" para se concretizar, em entrevista à Folha de S. Paulo. "Acho que é muito importante o apoio do presidente Bolsonaro, é fundamental", declarou, na ocasião.

O que eu percebi do presidente Bolsonaro sempre foi um posicionamento de seriedade, de não ser uma pessoa envolvida com coisas erradas, de ser uma pessoa correta. 

O apoio do ex-presidente retrocedeu em outubro, quando Valdemar Costa Neto autorizou a candidatura do deputado federal Ricardo Salles (PL-SP) à prefeitura. Réu em investigação por contrabando de madeira, o ex-ministro do Meio Ambiente do governo Bolsonaro deve sair do partido para se candidatar por outro partido.

Salles é o nome preferido de Bolsonaro. De acordo com o ex-presidente, o partido não pode abrir mão da cabeça de chapa na cidade mais populosa do país e de um candidato que estaria bem articulado no trabalho de candidaturas bolsonaristas na Câmara dos Vereadores da capital paulista.

Bolsonaro avalia que Salles teria maior popularidade entre o eleitorado paulistano e conseguiria bancar até 8 das 55 cadeiras no legislativo municipal. O deputado deve dividir os votos da direita com Ricardo Nunes e com o deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil-SP).

Pesquisas eleitorais

Divulgada em 28 de outubro, a pesquisa do Instituto RBIS, encomendada pela Associação Paulista dos Empreendedores do Circuito das Compras, aponta que Guilherme Boulos (PSOL) lidera a disputa pela prefeitura de São Paulo.

Boulos possui 23,1% das intenções de voto, seguido por Ricardo Salles com 15,4%, José Luiz Datena (PDT) com 13,6%, Ricardo Nunes com 11,6%, Tabata Amaral (PSB) com 6% e Kim Kataguiri com 4,6%. Votos brancos e nulos somam 25,7%.

Boulos e Salles lideram as preferências, porém também se destacam na rejeição. Os dois possuem 31,4% e 30,3% de rejeição do eleitorado, respectivamente. 

A pesquisa ouviu 2.002 eleitores em toda a cidade de São Paulo entre nos dias 17 e 18 de outubro. A margem de erro é de 2,2% e o índice de confiança de 95%. A pesquisa foi feita por telefone, via sistema de coleta automática.