SENTIU!

Bolsonaro taxou você: após pressionar por imposto sobre Shein, ex-presidente tenta se justificar

Ex-presidente, que articulou PL para aprovar a taxação de 20% sobre compras em sites como Shein, Shopee e AliExpress, ainda levou uma invertida ao tentar se defender nas redes.

Bolsonaro agride influenciador que o chamou de Tchutchuca do Centrão.Créditos: Reprodução/Youtube
Escrito en POLÍTICA el

Um dos principais articuladores para aprovação do imposto de 20% sobre compras em sites internacionais - como Shein, Shopee e AliExpress -, Jair Bolsonaro (PL) sentiu a pressão dos internautas, que levantaram o tema "Bolsonaro taxou você" na rede X.

VEJA TAMBÉM:
Bolsonaro taxou você” viraliza nas redes: população descobre quem aumentou "imposto de blusinhas"

Antes da votação na última terça-feira (28), uma mensagem de Bolsonaro foi lida para os deputados do PL. No recado, o ex-presidente pedia aos parlamentares para concordar com alguma taxação federal sobre compras internacionais de até US$ 50 em plataformas on-line.

O texto foi lido pelo líder, Altineu Cortes (PL-RJ) e escrito por Bolsonaro como resposta a Luciano Hang, o véio da Havan, que reclamou nas redes do impacto das vendas dos sites nas vendas de produtos de pequeno valor, especialmente em sua rede de lojas.

Depois da mensagem, o PL sinalizou ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que os parlamentares da legenda estavam à favor da medida, incluída no PL do Mover, programa que incentiva a produção de veículos sustentáveis, do deputado Átila Lira (PP-PI).

O texto foi aprovado determinando imposto de 20% nas compras até US$ 50 feitas nos sites estrangeiros, principalmente chineses.

Após a divulgação de que o ex-presidente participou ativamente da aprovação do novo imposto, o tema "Bolsonaro taxou você" entrou entre os mais comentados da rede X - e permanece até a manhã desta quinta-feira (30).

Diante da revelação, Bolsonaro publicou uma curta mensagem tentando negar que atuou pela taxação.

"Informo que o meu governo sempre foi contra qualquer taxação, majoração ou criação de novos impostos. Portanto, somos contrários qualquer projeto que onere ainda mais o cidadão brasileiro", escreveu.

"Tão contra imposto que quando deputado pregava a sonegação do Imposto de Renda  e como presidente decidiu que não pagaria imposto para contrabandear joias. E não esqueça:   Tarciso de Freitas cobra ICMS de mercadorias da SHOPEE. Poderia ignorar como faz o Gov Lula, mas não o faz pq quer a grana dos pobres", rebateu um seguidor.