terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

“Acesor (sic) é responsável por diversas atividades”, anotou esposa de Queiroz em agenda

Na agenda apreendida pelo Ministério Público do Rio durante ação de busca e apreensão em dezembro do ano passado, os promotores encontraram anotações de Márcia Aguiar, esposa de Fabrício Queiroz, que mostram uma espécie de ensaio para depoimento caso viesse a ser presa.

“Acesor (sic) é responsável por diversas atividades”, escreveu Márcia nas anotações feitas em quatro páginas da agenda, segundo reportagem de Juliana Dal Piva e Chico Otavio, na edição desta sexta-feira (17) do jornal O Globo.

Entre contas de clientes do trabalho de cabelereira e os valores de R$ 174 mil recebidos para pagar o tratamento do marido no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, Márcia escreve que “éramos escolhido (sic) para representar o deputado em eventos importantes as quais (sic) ele não podia comparecer, anotando as demandas da população e dando feedback aos cidadãos (por exemplo)”.

Em outro trecho, a esposa de Queiroz anota ainda a definição de “legislar”: “fazer lei do estado”.

Na última quarta-feira (15), Márcia e Queiroz se apresentaram ao Ministério Público pela primeira vez, mas recorreram ao direito de permanecer em silêncio.

Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.