sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Advogado afirma que crime eleitoral de Bolsonaro pode resultar em cassação da chapa

Na edição do programa Fórum Onze e Meia desta quinta-feira (18) o jornalista Renato Rovai conversou com o advogado Andre Rota Sena sobre o escândalo envolvendo a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) divulgada pela Folha de S.Paulo. Segundo a denúncia, empresários estão bancando campanhas anti-PT pelo WhatsApp para beneficiar o militar nas eleições, o que configura crime eleitoral.

Na conversa, Sena afirmou que a denúncia de hoje é muito grave e que a situação configura crime de abuso de poder econômico, o que pode causar cassação da chapa de Bolsonaro nessas eleições. Sobretudo por ser proibida a colaboração financeira de empresas nesse pleito. Segundo o especialista, quando é usado esse tipo de força, o candidato está manipulando as eleições. “200 milhões de disparos implicam num desequilíbrio no pleito eleitoral”, afirmou o advogado.

Ainda de acordo com ele, não é permitido que empresários realizem esse tipo de ação. Sendo assim, o empresário que realizou essa ação incorreu em crime eleitoral. “Tudo isso tem que ser apurado”, disse Sena. Segundo ele, é importante que seja observado que esse tipo de ação vem acontecendo desde o primeiro turno. Por isso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode anular as eleições e começar “tudo de novo”. Isso pode, inclusive, mudar as eleições para deputado.

Segundo o especialista, essas eleições já não estão “normais” desde o momento em que o ex-presidente Lula não pode concorrer nas eleições. Mesmo sem ter seus direitos políticos cassados, o petista não conseguiu concorrer à Presidência, mesmo com recomendações internacionais para que ele fosse candidato. Portanto, Sena acredita que seria necessário que o TSE cassasse os registros, porém, não sabe se isso será feito.

Assista à entrevista completa:

Fórum 11h30 | Caixa 2 de Bolsonaro é o maior escândalo desta eleição e pode mudar seu resultado

Nesta edição do programa Fórum Onze e Meia, o jornalista Renato Rovai conversa com o advogado Andre Rota Sena sobre o escândalo envolvendo a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). Empresários bancam campanhas anti-PT pelo WhatsApp, beneficiando o militar da reserva e deputado há quase 30 anos, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

Publicado por Revista Fórum em Quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.