Entrevista exclusiva com Lula
15 de março de 2019, 07h41

Agora deputado, bolsonarista que quebrou placa arranca homenagem a Marielle em ponte de Brasília

Nesta quinta-feira (14), quando completou um ano do assassinato de Marielle, Daniel Silveira foi até à ponte Costa e Silva, em Brasília, para arrancar um adesivo em homenagem à vereadora colada por feministas do Movimento de Mulheres Olga Benário

Daniel Silveira arranca homenagem a Marielle em ponte de Brasília (Reprodução)

A perseguição de Daniel Silveira (PSL/RJ), que durante a campanha à Câmara Federal quebrou uma placa em homenagem a Marielle Franco (PSol), continua em Brasília.

Nesta quinta-feira (14), quando completou um ano do assassinato da vereadora, o deputado bolsonarista foi até à ponte Costa e Silva, na capital federal, para arrancar um adesivo em homenagem à vereadora colada por feministas do Movimento de Mulheres Olga Benário. As mulheres haviam rebatizado a placa com o nome de Marielle em ato simbólico para lembrar a luta da vereadora.

Daniel esteve no local e gravou um vídeo, publicado nas redes sociais, retirando a mensagem sob o nome da ponte que dizia: “Nós, mulheres brasileiras, em nome da Democracia, da História e dos Direitos Humanos, soberanamento renomeamos este monumento para Marielle Franco”.

O bolsonarista ainda levou o adesivo para o plenário da Câmara para fazer um discurso atacando a memória de Marielle.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum