Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de outubro de 2019, 10h53

Ala do PSL vai pedir que CPI das fake news divulgue perfis da milícia virtual bolsonarista

Apoiadores de Luciano Bivar têm a expectativa de que uma quebra de IPs indique o uso de computadores do governo nos ataques a adversários de Bolsonaro

Foto: Reprodução/Flickr

A ala do PSL que é ligada ao presidente nacional da sigla, Luciano Bivar (PE), quer usar a CPMI das fake news para quebrar o sigilo de perfis responsáveis por ataques na Internet, como é o caso da milícia virtual bolsonarista. De acordo com Daniela Lima, da Folha de S.Paulo, deputados do PSL que fazem oposição ao grupo ligado ao presidente Jair Bolsonaro já estão levantando os responsáveis pelos ataques.

A atuação da milícia no Planalto não é segredo entre parlamentares, mas o pedido da ala bivarista perante a CPI tem a expectativa de que uma quebra de IPs indique o uso de computadores do governo nos ataques a adversários de Bolsonaro.

Deputados contam com Joice Hasselmann (SP), ex-líder do governo na Câmara e destituída por Bolsonaro, para solicitar as providências que identifiquem de onde partiram os disparos. Em entrevista ao Roda Viva no começo da semana, a deputada compartilhou que os filhos do presidente – Carlos, Eduardo e Flávio – possuem cerca de 1.500 perfis destinados somente ao disparo de ataques nas redes.

Ainda, os defensores do uso da CPMI para expor a rede bolsonarista esperam contar com o apoio da oposição na denúncia.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum