Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de abril de 2019, 12h58

Alckmin sai do jeito que entrou de encontro com Bolsonaro: “não participaremos do governo”

O ex-governador repetiu meia dúzia de frases prontas e afirmou: “não aceitamos cargo do governo, e votamos com o Brasil"

Foto: Marcelo Camaargo/ABr

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), saiu da visita ao presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (4), no Palácio do Planalto, do mesmo jeito que entrou, ou seja, sem nada de concreto, nenhum acordo e tampouco rompimentos.

Alckmin afirmou que o PSDB manterá sua posição de independência em relação ao governo, “não há nenhum tipo de troca, não participaremos do governo, não aceitamos cargo do governo, e votamos com o Brasil”.

O que declarou de mais ríspido, se é  que se pode dizer assim, foi o fato de ter rebatido o discurso contra a velha política feito por Bolsonaro.

“Não existe nova e velha, existe boa e má política. A boa política não envelhece”, afirmou o presidente nacional do PSDB.

Em uma sucessão de frases feitas, Alckmin ainda defendeu o diálogo. “Quanto mais a gente ouve, menos a gente erra. Política não é troca-troca, é o diálogo”, disse.

Ao final, citou o Ulysses Guimarães, que presidiu a Câmara e liderou a campanha pela redemocratização no fim da ditadura militar (1964-1985). “Saber ouvir é uma grande virtude. Dr. Ulysses, que era um estadista, dizia que o homem tem dois ouvidos e uma boca para ouvir mais do que fala”, lembrou.

Com informações da Folha


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum