Política

Alckmin sobre ser vice de Lula: “Essa hipótese caminha”

Geraldo Alckmin, que está de saída do PSDB, deu mais uma sinalização de que pode concorrer na chapa de Lula (PT) à presidência

Compartilhar

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, deu mais uma sinalização, nesta segunda-feira (29), de que pode vir a ser candidato a vice-presidente e uma chapa encabeçada por Lula (PT) na próxima eleição. A declaração foi dada durante encontro do político com dirigentes sindicalistas em São Paulo.

Alckmin está de saída do PSDB e a possibilidade de concorrer ao lado de seu antigo adversário político vem se tornando cada vez mais real. Segundo o jornal O Globo, ele foi questionado por sindicalistas sobre esse suposto acordo e respondeu: “Preparei-me novamente pra ser governador do estado. Surgiu a hipótese federal. Os desafios são grandes. Essa hipótese [de ser vice de Lula] caminha e eu considero essa reunião com as quatro principais centrais histórica”.

O encontro com Alckmin contou com a presença de dirigentes da Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Nova Central e Central dos Trabalhadores Brasileiros (CTB).

O ex-governador deve anunciar filiação a um novo partido ainda esta semana e a legenda escolhida, segundo a jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil, deve ser o PSB – o que o deixaria ainda mais próximo de um acordo com o PT, visto a proximidade histórica entre os socialistas e o partido do ex-presidente Lula.

“Honrado”

No início de novembro, Alckmin já havia sinalizado que pode, sim, concorrer como vice de Lula. Segundo o quase ex-tucano, suas diferenças com o petista não são “intransponíveis”.

“Já disseram que vou ser candidato ao Senado, a governador, a vice-presidente. Vamos ouvir. Fico muito honrado da lembrança do meu nome”, declarou Alckmin.

A fala se deu durante a gravação do reality show “Político”, comandado por Márcio França (PSB), pré-candidato ao governo de São Paulo. Ciro Gomes (PDT) também esteve presente.

“A política tem de ser feita com civilidade, temos de resgatar a boa política, precisa ser feita com quem tem apreço pela democracia”, disse ainda Alckmin, que emendou afirmando que Lula possui essas características.

Perguntado diretamente se seria candidato a vice na chapa do petista, o ex-governador declarou: “Vamos amadurecer e depois a gente vai conversar”. Segundo ele, uma decisão sobre a candidatura “não é para já”.

Márcio França, por sua vez, defendeu a aliança entre Alckmin e Lula: “Ele (Lula) precisa buscar um eleitor que não é dele, que não votou nele”.

Notícias relacionadas

Este post foi modificado pela última vez em 29 nov 2021 - 16:18 16:18

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Por
Ivan Longo

Última hora

  • Política

Morre a mãe de Bolsonaro, aos 94 anos, em Registro, interior de São Paulo

Em agosto deste ano, o presidente esteve com ela. “Resolvi visitá-la porque pode ser que…

21 jan 2022 - 05:45
  • Valerio Arcary

Por que marxistas devem defender as cotas raciais? – Por Valerio Arcary

Não é a luta contra o racismo que explica a raiva, exasperação e fúria dos…

20 jan 2022 - 23:20
  • Brasil

Damares e Queiroga visitam criança que teve parada cardíaca mesmo após relação com vacina ser descartada

Ministros parecem estar fazendo campanha antivacina, visto que especialistas já apontaram que parada cardíaca de…

20 jan 2022 - 22:50
  • Cultura

Apanhado do cinema 2021 – Por Cesar Castanha

Confira o que de melhor rolou nas telonas em 2021 no artigo do crítico Cesar…

20 jan 2022 - 22:10
  • Pop Notícias

BBB: Vyni revela que se formou com bolsa do Prouni e Haddad comemora

O ex-ministro Fernando Haddad compartilhou depoimento do participante do BBB; confira

20 jan 2022 - 22:08
  • Política

Vitória em 1º turno à vista: Lula tem a soma de todos os candidatos, diz nova pesquisa

Levantamento PoderData mostra que petista cresceu 2 pontos, enquanto Bolsonaro perdeu o mesmo percentual e…

20 jan 2022 - 21:44