Alexandre Frota diz que estava em reunião onde Bolsonaro falou de empresários para impulsionar fake news

Durante sua fala na CPI das Fake News, Frota revelou os nomes dos empresários envolvidos no financiamento de notícias falsas nas redes sociais bolsonaristas

Durante a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News nesta quarta-feira (30), o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) foi questionado pela deputada Lídice da Mata (PSB-BA), relatora da comissão, sobre empresas que tenham financiado milícias virtuais durante a campanha presidencial de Jair Bolsonaro. Frota então mostra uma foto de um dia que almoçou com Bolsonaro, na época de sua campanha eleitoral em 2018, e citou o nome de diversos empresários que estariam envolvidos no impulsionamento de conteúdos no Facebook do então candidato.

De acordo com a foto compartilhada por Frota, também estavam presentes Carlos e Eduardo Bolsonaro. Durante a conversa no almoço, segundo Frota, Carlos teria perguntando a Bolsonaro sobre pessoas que poderiam financiar o impulsionamento de conteúdo no Facebook.

Frota então relata ter ouvido os nomes de dois empresários: Otávio Mayer e Letícia Catel. Ainda de acordo com o que ouviu no almoço, o clã teria citado o nome de Vitor Meta como responsável por conseguir os patrocínios.

Frota ainda confirmou a informação de que teriam funcionários dentro do gabinete do presidente – e recebendo dinheiro público – voltados para a função de disparar notícias falsas nas redes.

 

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR