Alexandre Frota faz acordo com boate gay que o processava por não ter aparecido em show

O caso se arrastava desde 2007

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) fez acordo e vai pagar R$ 50 mil para a empresa que o processou em 2007 por um calote em uma boate gay em Brasília.

A empresária Nice Pereira faria, em 2006, uma “Festa do Orgulho Gay em Brasília”. A festa teria como estrela Alexandre Frota, que atuava em filmes pornôs. O atual deputado federal assinou um contrato com cachê de R$ 2 mil — metade paga logo após a assinatura, metade pouco antes da festa—, fora diárias e passagens de São Paulo.

Ele topou fazer no mínimo uma hora e meia de show na “Oficina Dancing Bar”, a 15 quilômetros do Congresso Nacional. Mas Frota não foi. A empresária se irritou e reclamou à Justiça danos materiais e morais — só conseguiu sentença favorável para o primeiro pleito. Desde então, o processo corria no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

No início do ano, a Câmara dos Deputados recebeu um ofício da corte pedindo detalhes do salário do parlamentar, para avaliar se mandava penhorar o valor. Frota, no entanto, já tinha parte dos seus ganhos penhorados por outra dívida.

Segundo a empresária, advogados do deputado a procuraram e foi fechado um acordo de R$ 50 mil. A dívida acumulada já passava de R$ 80 mil.

Com informações da coluna de Guilherme Amado na Época

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR