Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de junho de 2019, 17h52

Alexandre Frota pede para Witzel explodir míssil na Virgínia, onde mora Olavo de Carvalho

Em pé de guerra com os olavistas do governo e com o clã Bolsonaro, Frota propôs pelo Twitter uma solução para, segundo ele, "resolver 50% dos problemas do Brasil"

Alexandre Frota e Olavo de Carvalho (Montagem)

Em pé de guerra com os olavistas do governo e com o clã Bolsonaro, Alexandre Frota (PSL/SP) propôs pelo Twitter uma solução para, segundo ele, “resolver 50% dos problemas do Brasil”.

“Aproveita @wilsonwitzel Manda um (míssil) na Virginia ,vai resolver 50 % dos Problemas do Brasil”, tuitou Frota, compartilhando notícia da declaração do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), sobre mandar um míssil para acabar com o tráfico e com “vagabundos bandidos” na Cidade de Deus.

O Estado norte-americano da Virgínia é onde se situa a cidade de Richmond, onde mora o astrólogo e guru da família Bolsonaro, Olavo de Carvalho, que se refugiou em 2005 com medo da chegada do PT ao poder, segundo ele próprio.

Míssil
Em solenidade nesta sexta-feira (14), Witzel defendeu que a solução para acabar com o tráfico e com “vagabundos bandidos” na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, é o lançamento de mísseis contra a região para “explodir aquelas pessoas”.

“O vagabundo bandido quer atalho e aí nós cidadãos não vamos aceitar isso. A nossa polícia não quer matar, mas nós não queremos ver cenas como aquelas que nós vimos, na Cidade de Deus, que se fosse com autorização da ONU em outros lugares do mundo, nós tínhamos autorização para mandar um míssil naquele local e explodir aquelas pessoas”, disse Witzel.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum