Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de junho de 2019, 18h06

Alexandre Frota terá de se retratar e pagar R$ 25 mil a juiz que acusou de “julgar com a bunda”

Em 2017, Luís Eduardo Scarabelli deu ganho à ex-ministra Eleonora Menicucci em processo movido por Frota, que declarou que tinha sido julgado por “um juiz ativista, do movimento gay. Ele não julgou com a cabeça, julgou com a bunda”

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Alexandre Frota, deputado federal do PSL, sacramentou acordo com o juiz Luís Eduardo Scarabelli. O ex-ator terá de se retratar em suas redes sociais e pagar R$ 25 mil de indenização ao magistrado, de acordo com informações de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Em 2017, Frota acusou o magistrado de “julgar com a bunda”, uma ação que ele perdeu por danos morais contra a ex-ministra Eleonora Menicucci.

Ela havia declarado que o hoje deputado fez “apologia do estupro”, por dizer em um programa na TV que tinha se relacionado sexualmente com uma mãe de santo sem o consentimento dela.

O juiz Scarabelli inocentou a ex-ministra e Frota declarou que tinha sido julgado por “um juiz ativista, do movimento gay. Ele não julgou com a cabeça, julgou com a bunda”.

“Ambiente de pressão”

Durante o processo, o parlamentar disse que a declaração ofensiva contra o juiz foi feita em um “ambiente de pressão” e que não teve a intenção de atingir a conduta profissional do magistrado.

Agora, ele tem até o dia 30 para publicar a retratação nas redes sociais, além de uma rádio. Caso não faça isso, terá de pagar uma multa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum