Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de fevereiro de 2019, 12h39

Alexandre Garcia se comporta no Twitter como porta-voz informal do governo

Garcia complementou tuite de Ernesto Araújo explicando o termo “presidente encarregado”, usado para se referir ao golpista venezuelano Juan Guaidó

(Foto: Reprodução TV)

O jornalista Alexandre Garcia, recém-saído da Rede Globo, e que também foi porta-voz do governo do ditador João Baptista Figueiredo, na década de 70, não nega origem.

Neste sábado (23), através da sua conta do Twitter, o jornalista agiu mais uma vez como porta-voz, desta vez do ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo.

Garcia complementou tuite de Araújo explicando o termo “presidente encarregado”, usado para se referir ao golpista venezuelano Juan Guaidó, que se auto proclamou presidente.

“Na linguagem brasileira, “presidente encarregado” equivale a presidente interino. Na vacância de presidente e vice, por término de mandato, assume o presidente, no caso, da Assembleia Nacional.”

Sob o governo de Jair Bolsonaro, o Brasil vem se alinhando aos interesses da política externa norte-americana em uma ação militar contra a Venezuela tem sido defendida por setores do governo e por Carlos Bolsonaro, filho do presidente. Ação militar, por enquanto, é rechaçada até mesmo pelos militares da cúpula governista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum