sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

CPMI das Fake News: Allan dos Santos se nega a responder sobre relação com Gabinete do Ódio

A ida do jornalista aliado do presidente Jair Bolsonaro, Allan dos Santos, à CPMI das Fake News está causando inúmeras divergências entre os parlamentares. O editor do Terça Livre está se negando a responder as perguntas feitas por membros da oposição.

O senador Humberto Costa (PT-PE) quis saber da relação de Allan com Tercio Arnaud Tomaz, assessor da presidência da República, apontado como uma das pessoas que comandam o Gabinete do Ódio, setor dentro do governo, que seria responsável por espalhar fake news.

Tumulto

“Tenho relação como jornalista. Ele não é meu amigo, porque nunca foi na minha casa. Mas não convivo com ele. O senhor está botando palavras na minha boca”, respondeu o jornalista, causando tumulto durante a sessão.

Costa insistiu na pergunta e quis saber por qual meio ou rede social Allan se comunica com Tércio. “De acordo com a matéria que o senhor foi condenado por fake news, eu me resguardo no direito de ficar calado”, respondeu Allan, provocando mais uma série de discussões entre os parlamentares.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.