Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de julho de 2019, 09h15

Alvo de bolsonaristas, Glenn recebe apoio e amanhece nos TTs do Twitter

Glenn lembrou pelo Twitter que “O jornalismo mais importante nas últimas décadas foi feito com fontes que obtiveram provas de corrupção sem autorização: os Papeis do Pentágono, Watergate, abusos da Guerra ao Terror, espionagem da NSA, crimes expostos pelo NYT/WP”

Glenn Greenwald - Foto: Reprodução/Youtube

O Editor do The Intercept Brasil, Glenn Greenwald, amanheceu entre os primeiros lugares do Trend Topics do Twitter, esta quarta-feira (24), em função da prisão, nesta terça-feira, dos supostos hackers que teriam vazado as conversas de Telegram entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procuradores federais.

Diversos internautas defendem enquanto outros pedem a prisão do jornalista. Glenn, por sua vez, lembrou no Twitter que “o jornalismo mais importante nas últimas décadas foi feito com fontes que obtiveram provas de corrupção sem autorização: os Papeis do Pentágono, Watergate, abusos da Guerra ao Terror, espionagem da NSA, crimes expostos pelo NYT/WP etc.”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“O jornalismo mais importante nas últimas décadas foi feito com fontes que obtiveram provas de corrupção sem autorização: os Papeis do Pentágono, Watergate, abusos da Guerra ao Terror, espionagem da NSA, crimes expostos pelo NYT/WP, etc. Nada desculpa da má conduta de Moro/Deltan”

A Polícia Federal deflagrou, neste terça-feira, uma mega operação em Araraquara (SP) com agentes vindos diretamente de Brasília. O site A Cidade On, site da região que faz parte do Grupo EP, que reúne veículos como EPTV (filiada da Globo no interior paulista), CBN e Jovem Pan, apurou que o objetivo era encontrar provas e suspeitos de terem invadido celulares de autoridades e vazado conversas do aplicativo Telegram.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum