O que o brasileiro pensa?
14 de maio de 2020, 16h24

Alvo de bolsonaristas por medidas contra a Covid-19, governador da Bahia dispara: “Nem tentem me intimidar”

Rui Costa vem sendo chamado de "ditador" por Eduardo Bolsonaro e membros da milícia digital por intensificar as medidas restritivas no estado, com toque de recolher em algumas cidades

O governador da Bahia, Rui Costa (Divulgação)

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), usou sua conta do Twitter nesta quinta-feira (14) para mandar um recado às milícias digitais que atuam em favor de Jair Bolsonaro nas redes sociais.

“Não administro o Estado pelas redes sociais. Não tenho medo de milícia digital que propaga a mentira e o ódio. Trabalho para salvar vidas. Nem tentem me intimidar. Medo não faz parte do meu dicionário”, disparou o mandatário estadual.

A declaração de Rui Costa vem em meio a uma onda de ataques que é alvo que passou a ser promovida por apoiadores de Bolsonaro nas redes após postagens do deputado Eduardo Bolsonaro e do vereador bolsonarista de Salvador, Alexandre Aleluia.

“Este é o governador da Bahia, Rui Costa, do PT, dando ordens p povo, rasgando a Constituição, como um ditador. É pra isso que a esquerda usa a pandemia”, escreveu Eduardo Bolsonaro.

O motivo é o fato de o governador ter, nos últimos dias, intensificado as medidas restritivas no estado para o combate ao coronavírus. Na noite de quarta-feira (13), Costa anunciou que a cidade de Jequié passará a ter toque de recolher das 20h às 5h a partir desta quinta. Todos os estabelecimentos deverão ficar fechados, incluindo mercados, com exceção apenas para as farmácias. A motivação é que o município apresentou crescimento exponencial nos casos de Covid-19 nos últimos dias.

“O objetivo é reduzir o índice de contaminação e salvar vidas. Agradeço a compreensão de todos!”, disse o governador petista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum