Alvo de inquérito, Bolsonaro faz visita surpresa à PGR e Augusto Aras

O inquérito sob os cuidados da PGR apura as acusações feitas por Moro de que o presidente interferiu indevidamente na PF para proteger aliados

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) se convidou para ir, fora da agenda, na manhã desta segunda-feira (25), à Procuradoria-Geral da República (PGR). Bolsonaro é alvo de um inquérito do órgão que apura suspeita de interferência na Polícia Federal,

Bolsonaro acompanhava a solenidade de posse do subprocurador Carlos Alberto Vilhena no cargo de Procurador Federal dos Direitos do Cidadão do Palácio do Planalto, via videoconferência. Ao fim da cerimônia, o procurador-geral Augusto Aras o questionou se gostaria de falar algo. O presidente, então, “se convida” para ir pessoalmente à sede da PGR “apertar a mão” do novo subprocurador. 

“Se me permite a ousadia, se me convidar, eu vou agora aí apertar a mão do nosso novo colegiado maravilhoso da Procuradoria-Geral da República”, disse Bolsonaro. Aras concorda de imediato. “Estaremos esperando Vossa Excelência com a alegria de sempre.”

Bolsonaro tirou fotos e cumprimentou os presentes, incluindo Aras. A visita durou cerca de 15 minutos.

O inquérito sob os cuidados da PGR apura as acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro de que o presidente interferiu indevidamente na PF para proteger aliados.

Com informações do Estadão

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR