Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de julho de 2019, 12h11

Anielle Franco, irmã de Marielle, deve ser candidata pelo PSOL

Jogadora profissional de vôlei, ela costuma dizer que o esporte salvou sua vida e lamenta que ainda veja poucos espaços para fomentá-lo nas comunidades. "Não vejo gente de esquerda falando disso", lamenta

Anielle e Marielle Franco (Foto: Reprodução/Arquivo)

Anielle Franco, irmã da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), de 35 anos, revelou em entrevista ao El País, que pretende se filiar ao PSOL e, talvez, se candidatar: “Estou pensando em me candidatar à Câmara de Vereadores do Rio, mas ainda faltam algumas conversas. Até o final do ano, me decidirei”, disse.

Anielle foi convidada pela Flip 2019 e pelo Sesc para lançar o livro Cartas para Marielle, uma coletânea sentimental que reúne textos escritos pela família para a vereadora assassinada.

Anielle Franco explica que a decisão de entrar na política veio depois de meses de silenciamento da família da vereadora. “As pessoas até nos chamavam para participar de algumas coisas, mas por ser a irmã da Marielle, ou a mãe da Marielle, nunca porque tivéssemos algo próprio para contribuir. A cada dia, enfrentamos o desafio de provar que somos capazes de fazer alguma coisa. Matam a minha irmã e eu viro ‘a irmã da Marielle’. Mas o que tem por trás da irmã da Marielle? Isso cansa um pouco”, desabafa.

Anielle tem claro que, no caso de entrar, de fato, para a vida política, seguirá a linha de Marielle. “Quero defender a ideia de mulher-raça, com r maiúsculo, que foi a campanha dela em 2016. Eu sempre senti e ainda sinto o peso do estereótipo da mulher negra raivosa. Me dizem “ah, você é muito nervosa, tem que calar a boca”, “ah, porque é preta, é favelada”. Então, se eu entrar na política, é para fazer coisas para o meu povo e, principalmente, para todas as mulheres. Mulher negra da favela, essa seria minha linha”.

Outra pauta de Anielle é o esporte em espaços periféricos. Jogadora profissional de vôlei, ela costuma dizer que o a prática salvou sua vida e lamenta que ainda veja poucos espaços para fomentá-lo nas comunidades. “Não vejo gente de esquerda falando disso”, lamenta.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum