Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de janeiro de 2020, 21h37

Apesar de demitir secretário nazista, Bolsonaro recusa convite de Israel para evento anti-semitismo

O 5º Fórum Mundial do Holocausto, importante evento de Israel que Bolsonaro recusou o convite, acontece exatamente uma semana após o vídeo nazista publicado por Roberto Alvim

Bolsonaro com o "sósia" de Hitler - Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro recusou participação no 5º Fórum Mundial do Holocausto, em Jerusalém. O evento é organizado pelo governo de Israel e reúne autoridades do mundo todo, como presidente Vladimir Putin, da Rússia, Emmanuel Macron, da França, e o vice-presidente dos EUA, Mike Pence. A participação do presidente poderia ajudar a melhorar a imagem do governo após a publicação de vídeo com referências nazistas por parte do ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim.

Segundo os jornalistas Jamil Chade e Bruno Aragaki, do UOL, o Itamaraty afirmou que “governo israelense consultou o Brasil sobre a possibilidade de ida ao evento do Presidente Jair Bolsonaro, que declinou em virtude de visita à Índia”. Segundo a chancelaria, o embaixador do Brasil em Israel irá representar o país.

O evento “Relembrando o Holocausto: combatendo o anti-semitismo” começa nesta quinta-feira (23), exatamente uma semana depois em que Alvim publicou um vídeo explicitando a correlação de seu projeto cultural com as iniciativas de propaganda nazistas. O objetivo era divulgar o Prêmio Nacional das Artes, apresentado horas antes em live com a participação do próprio presidente.

Na gravação ele usou uma frase do ministro da Propaganda nazista, Joseph Goebbels, e adotou toda uma estética similar à usada pelos nacionais-socialistas – incluindo trilha sonora de Ópera exaltada por Aldolf Hitler.

Especula-se que a demissão de Alvim aconteceu por influência direta do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, demonstrando que a atitude de Alvim gerou incômodo no governo israelense.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum