Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de fevereiro de 2020, 20h28

Apoiadores de Bolsonaro atribuem a ele projeto de Dilma na Amazônia

Fake news se referem ao programa Amazônia Conectada e à retomada do asfaltamento da BR-163

Reprodução/Twitter

Apoiadores de Bolsonaro têm divulgado nas redes sociais a informação falsa de que o programa Amazônia Conectada seria de autoria do presidente. Iniciado em 2015 pela gestão Dilma, o projeto tem como objetivo instalar 7.800 quilômetros de fibra ótica na região amazônica.

Postagens sugerem que o projeto seria de autoria do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes. Há, inclusive, imagens de obras relativas ao projeto, atribuídas ao atual governo, que são de 2016.

De acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU) e com o site do programa, nenhum trecho foi concluído desde 2017.

Também está sendo atribuída ao governo Bolsonaro a retomada das obras da BR-163, inaugurada nesta sexta-feira (14), que liga o Mato Grosso ao Pará. O projeto, iniciado em 1976 pelo governo militar de Ernesto Geisel, teve o asfaltamento retomado na gestão de Michel Temer, em 2017.

A caminho da cerimônia de inauguração, onde seriam condecorados pelo presidente, cinco militares sofreram um acidente em que a viatura na qual estavam colidiu com uma carreta.

Apesar dos ferimentos do grupo, a cerimônia ocorreu nesta sexta (14).

Bolsonaro reforçou, na ocasião, a sua oposição à demarcação de terras indígenas: “Não demarcamos nos últimos 13 meses uma só terra indígena. Já temos 14% do território nacional demarcado como terra indígena. Criaram uma verdadeira indústria de demarcações”.

O presidente também afirmou que a conclusão da obra não se relacionava com a vontade de reeleição.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum