Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de março de 2019, 06h52

Apoio à proposta da reforma da Previdência de Bolsonaro despenca mais de 30 pontos nas redes sociais

Principal informação que fez despencar o apoio à reforma foi a proposta da Previdência dos militares, com gatilho que pode elevar salários da alta patente, que hoje ganham R$ 22.631,28 com gratificações, para R$ 30.175,04

Bolsonaro entrega proposta da Previdência de militares (Foto: J. Batista / Câmara dos Deputados)

Coluna da jornalista Mônica Bergamo, na edição desta segunda-feira (25) da Folha de S.Paulo, revela que a aprovação à reforma da Previdência caiu mais de 30 pontos na semana passada, de acordo com um índice de sentimento das redes sociais desenvolvido pela startup Arquimedes.

Segundo a reportagem, a principal informação que fez despencar o apoio à reforma foi a proposta da Previdência dos militares, com um gatilho que pode fazer com que os salários de generais do Exército, almirantes da Marinha e tenentes-brigadeiros, que hoje ganham R$ 22.631,28 com gratificações, subam para R$ 30.175,04, em caso de aprovação no Congresso.

Leia também: Enquanto todos perdem, salário de general sobe 33% com gratificações no governo Bolsonaro

Outras notícias que aumentaram o mau humor em relação ao governo foi a liberação de R$ 1 bilhão em emendas para congressistas, os ataques de Jair Bolsonaro a uma jornalista e a prisão de milicianos acusados de matar a vereadora Marielle Franco.

A startup Arquimedes, que fornece dados para o mercado financeiro e empresas, classifica o conteúdo das publicações como negativo ou positivo. Depois, quantifica o compartilhamento e o alcance de cada uma delas, classificando a repercussão de zero a cem.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum