sábado, 19 set 2020
Publicidade

Apoio de FHC a Aécio aprofunda divisão no PSDB

A briga entre Fernando Henrique Cardoso, o FHC, e o restante do PSDB por causa de Aécio Neves continua. Segundo a jornalista Daniela Lima, do Painel da Folha, nem a entrada do ex-presidente na briga contra o grupo que pede a expulsão de Aécio conseguiu resolver o racha no partido.

Na última quinta-feira (11), o diretório municipal do PSDB de São Paulo criticou FHC por ter defendido Aécio Neves, como reportou a jornalista Carolina Linhares, da Folha. Em nota, a ala paulista argumentou que a trajetória de Aécio não condiz com o legado deixado pelo ex-presidente e com os ideais do partido.

“[É] inadmissível que pessoas como Aécio Neves permaneçam nos quadros partidários”, diz a nota. “Não concordamos com sua posição ao defender a permanência do deputado federal e ex-senador Aécio Neves”.

Fernando Henrique usou o seu perfil no Twitter para rebater o pedido, argumentando que “o PSDB tem um estatuto e uma comissão de ética” que deve ser respeitada, além de que “jogar filiados às feras, principalmente quem dele foi presidente, sem esperar decisão da Justiça, é oportunismo sem grandeza”.

Até o momento, cinco diretórios do PSDB de São Paulo já pediram medidas contra Aécio. 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.