Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
24 de outubro de 2019, 16h48

Após áudio, Flávio Bolsonaro pede “justiça” no caso Queiroz

Senador, após Queiroz "aparecer" em áudio o citando, tenta a todo custo se desassociar do ex-assessor que, além de ter envolvimento com as milícias no Rio de Janeiro, liderava um esquema de "rachadinha" em seu gabinete

Reprodução

Além da nota divulgada à imprensa, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) gravou um vídeo, publicado na tarde desta quinta-feira (24) em suas redes sociais, onde tenta, a todo custo, se desassociar de Fabrício Queiroz, seu ex-assessor que é apontado como o elo entre a família Bolsonaro e as milícias no Rio de Janeiro e que liderava um esquema de “rachadinha” de salários de funcionários no gabinete do então deputado estadual.

“Eu não tenho mais nenhum tipo de contato com ele há um ano, a última noticia que tive foi pela imprensa, que estava se tratando de uma cirurgia em São Paulo”, disse Flávio.

Visivelmente constrangido, o senador gravou o vídeo como forma de se isentar de qualquer envolvimento com Queiroz, uma vez que o ex-assessor foi flagrado em um áudio, divulgado em reportagem de Juliana Dal Piva, do jornal O Globo, em que o ex-assessor Queiroz dá dicas de como fazer indicações políticas em gabinetes de parlamentares (Ouça o áudio na reportagem d’O Globo). A gravação teria sido feita em junho.

“O que ficou claro nesse áudio é que ele não tem nenhum tipo de acesso ao meu gabinete”, disse Flávio, apesar de Queiroz citar diretamente a “família Bolsonaro” em suas “dicas”. “Tem mais de 500 cargos, cara, lá na Câmara e no Senado. Pode indicar para qualquer comissão ou, alguma coisa, sem vincular a eles (família Bolsonaro) em nada”, diz Queiroz, ressaltando que “20 continho aí para gente caía bem pra c**”, disse Queiroz no áudio revelado.

Flávio, porém, se colocou na condição de vítima. “Estou confiante que a justiça vai ser feita”, declarou.

Queiroz, rachadinha e família Bolsonaro


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum