Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de janeiro de 2020, 06h37

Após choro, Sergio Moro diz que “boatos” sobre demissão no Roda Viva foram “exagerados”

Pelo Twitter, ministro disse jornalistas foram "duros" em alguns momentos, principalmente com perguntas relacionadas à sua demissão por parte do presidente Jair Bolsonaro. "Foram um tanto exagerados"

Foto: Reprodução/TV Cultura

Depois de participar do programa “Roda Viva”, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (20), o ministro da Justiça, Sergio Moro, foi ao Twitter para compartilhar suas impressões sobre a entrevista. Para o ex-juiz, os jornalistas foram “duros” em alguns momentos, principalmente com perguntas relacionadas à sua demissão por parte do presidente Jair Bolsonaro. “Foram um tanto exagerados”, escreveu o ministro.

“Foi uma boa experiência no Roda Viva. Jornalistas às vezes duros, mas dedicados. Abaixo desenho do Paulo Caruso. Para quem assistiu, a paráfrase era do Mark Twain, os boatos sobre minha ‘demissão’ foram um tanto exagerados”, comentou, também compartilhando uma das charges de Paulo Caruso que retrata Moro durante o Roda Viva proferindo a frase “como ministro impus juízo”.

No entanto, ao contrário da tranquilidade que o ex-juiz busca aparentar, um deputado do PSL, ex-partido do presidente, revelou ao editor da Revista Fórum, Renato Rovai, que no dia em que foi avisado por um dos ministros militares que seria demitido por Bolsonaro, Moro ficou atordoado e chorou.

A mesma fonte disse ainda que, nesta conversa, após discretamente enxugar os olhos, Moro pediu uma segunda chance e disse que se o presidente lhe permitisse, mudaria o comportamento.

Confira:

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum