Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de fevereiro de 2020, 14h59

Após encontro de Lula com o Papa, “príncipe” diz que igreja é comunista

Deputado pelo PSL, Luiz P. O. de Bragança é o primeiro de uma longa lista que deverá se manifestar

Foto: Montagem/Stuckert/Câmara

Logo após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser recebido pelo Papa Francisco, nesta quinta-feira (13), no Vaticano, em Roma, o deputado federal e membro da família real, Luiz P. O. de Bragança (PSL-RJ), afirmou que hoje, “a igreja é comunista”.

“A esquerda sempre combateu a igreja, os militares e a aristocracia. Hoje a aristocracia não existe mais, os militares são social democrata e a igreja é comunista.”

Abençoado pelo Papa

Lula chegou a ser abençoado pelo Papa. A conversa entre os dois também foi marcada por assuntos como a questão da Amazônia e o clima político na América do Sul. Em declaração ao chegar à Itália, o líder do PT afirmou que se colocará à disposição do seu anfitrião: “vim para ouvir”.

A preocupação de Francisco com a situação na Amazônia, expressada inclusive nos últimos tuítes do pontífice, tem a ver com devastação pelos recentes incêndios e as ameaças aos povos indígenas, devido às políticas de Jair Bolsonaro que priorizam os interesses do garimpo e do agronegócio, colocando em risco algumas áreas demarcadas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum