Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de janeiro de 2020, 17h45

Após episódio nazista no governo, Bolsonaro posa para foto com livro de torturador na mesa

O livro de Ustra aparece em foto de reunião feita pelo presidente com o MEC para tratar sobre novas escolas militares

Reprodução/Twitter

O deputado federal Eduardo Bolsonaro publicou nesta quarta-feira (22) uma foto de uma reunião em que ele participou ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o irmão do ministro, Arthur Weintraub. Um detalhe que chama a atenção é a presença do livro “A Verdade Sufocada”, do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, reconhecido oficialmente como um dos maiores torturadores durante o período da Ditadura Militar.

O livro, que foi colocado sobre a mesa do presidente, parece ter sido calculadamente posicionado para aparecer na foto que seria postada nas redes sociais. A imagem ilustrou uma postagem em que Eduardo defende a criação de escolas cívico-militares.

“Reunião em que falamos,dentre outros temas,das escolas cívico-militares 76% dos brasileiros são a favor deste tipo de ensino. Lamentavelmente alguns estados, como SP e RJ, os governadores não aderiram ao programa federal,o que dificulta sua implementação. A quem isso serve? Vaidade?”, tuitou.

A jornalista Mariliz Pereira Jorge, colunista da Folha de S. Paulo, chamou atenção para o livro. “Só consegui ver que tem o livro de um torturador em cima da mesa”, publicou. Eduardo ainda respondeu com um ataque ao jornal: “Jornalista da Folha chorando porque não consumimos seu lixo ideológico? CHOLA MAIS”.

A postagem acontece menos de uma semana depois do escândalo do vídeo nazista do ex-secretário Especial de Cultura, Roberto Alvim.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum