Fórumcast #20
31 de janeiro de 2018, 16h04

Após escracho, Gilmar Mendes usa avião da FAB para ir a SP

O ministro STF e presidente do TSE não tinha nenhum compromisso oficial em São Paulo registrado em sua agenda, mas ainda assim usou um avião da Força Aérea para se deslocar; relembre o protesto de passageiros 

Por Redação

Possivelmente evitando mais escrachos, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, deixou de lado o voo de carreira que vai de Cuiabá (MT) a São Paulo (SP) utilizou nesta segunda-feira (29) um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para fazer seu deslocamento.

As informações, divulgadas pela Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (31), foram disponibilizadas no site da FAB. O deslocamento do ministro aconteceu entre 13h05 e 17h30, período em que voos comerciais entre os dois destinos circulam normalmente.

A viagem usando o avião da FAB aconteceu apenas dois dias depois de Gilmar Mendes ser alvo de um protesto em um voo de carreira. Ele, inclusive, teria solicitado à Polícia Federal que investigasse quem eram os manifestantes.

Veja também:  Em diálogo, Dallagnol sinaliza que sabia do acordo de Bolsonaro para indicar Moro ao STF

Nem Gilmar Mendes e nem a FAB explicaram o motivo pelo qual o ministro recorreu a esse tipo de voo. Algo que, para a Força Aérea Brasileira, é anormal, uma vez que em todo registro de transporte de autoridade há uma observação com justificativas. Desta vez, o órgão se limitou a escrever nos registros: “à disposição do Ministério da Defesa transporte do Presidente do TSE”.

Na agenda de Gilmar Mendes, não constava nenhum compromisso oficial em São Paulo nesta segunda-feira (29).

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum