O que o brasileiro pensa?
11 de julho de 2020, 12h04

Após ficar foragida e não ser encontrada pela polícia, mulher de Queiroz retorna para casa

Márcia Aguiar estava foragida desde o dia 18 de junho. Ela ganhou prisão domiciliar para "cuidar do marido", segundo decisão do presidente do STJ

Márcia Aguiar e Fabrício Queiroz (Reprodução)

Esposa de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Márcia de Aguiar se entregou à polícia nesta sexta-feira (10) para cumprir prisão domiciliar junto ao marido, no Rio. Os dois vão ficar em um apartamento na Taquara, zona oeste da cidade.

A informação foi confirmada pelo advogado Emílio Catta Preta na manhã deste sábado (11). De acordo com ele, Márcia ainda não foi para a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) para colocar tornozeleira eletrônica.

Márcia estava foragida desde o dia 18 de junho, quando o juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, decretou sua prisão e de Queiroz no caso das rachadinhas.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, destilou machismo para justificar a concessão de prisão domiciliar para Márcia Aguiar. Na decisão, o ministro disse que ela deveria ser contemplada para cuidar do marido.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum