Fórumcast #20
15 de outubro de 2018, 23h05

Após Ibope, Haddad manda recado: “Campanha recomeça agora”

"O desafio é tirar 9 pontos dele. Analistas dizem que é difícil, e não mentem, mas difícil vai ser suportar um governo do Bolsonaro", escreveu o candidato do PT; a vice, Manuela D'Ávila, disse que a eleição não está resolvida e que "em uma eleição como esta, 13 dias são uma eternidade"

Foto: Ricardo Stuckert

O candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad, usou o Twitter na noite desta segunda-feira (15) para mandar um recado aos seus apoiadores. Logo após a divulgação da pesquisa Ibope, que mostra Jair Bolsonaro com 59% das intenções de voto, o petista afirmou que “o desafio é tirar nove pontos dele” e que “a campanha recomeça agora”.

“A campanha recomeça agora. O desafio é tirar 9 pontos dele. Analistas dizem que é difícil, e não mentem, mas difícil vai ser suportar um governo do Bolsonaro. Suportar o peso da botina no pescoço de quem discordar dele. Vamos trabalhar pela democracia”, postou o ex-prefeito.

A vice da chapa do PT, Manuela D’Ávila (PCdoB), também foi às redes sociais após a divulgação da pesquisa para conclamar seus eleitores “à luta”. De acordo com a deputada estadual, a “maior das fake news é que a eleição está resolvida”.

Veja também:  Antagonista já fala em "caos" caso Bolsonaro confirme amigo da família na PGR

“Sabem qual a maior de todas as fake news? É a de que a eleição está resolvida. A máquina que está a serviço de Bolsonaro quer que fiquemos no sofá de casa, lamentando, aceitando a pauta deles ou fazendo avaliações sobre como poderia ser diferente. Em uma eleição como esta, 13 dias são uma eternidade. A vantagem do adversário é, como diz a canção de Geraldo Azevedo, uma pedra de gelo ao sol. Sejamos sol! Vamos à luta! Vamos às ruas! Vamos virar!”, postou Manuela.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum