Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de junho de 2019, 08h25

Após indicar evangélico, Bolsonaro não garante mais Sérgio Moro no STF

“Sempre falei, durante a pré-campanha minha e campanha, que queria alguém no Supremo do perfil do Moro. Nada além disso”, disse Bolsonaro

Bolsonaro e Moro (Foto:Isaac Amorim/MJSP)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou atrás e não garantiu, neste sábado (2), que vai indicar o ministro da Justiça, Sergio Moro, para a próxima vaga que abrir no Supremo Tribunal Federal (STF), como havia dito anteriormente.

Questionado se a fala de sexta-feira, quando defendeu a indicação de um evangélico para a Corte, implicaria que o nome de Moro estava descartado, Bolsonaro afirmou que apenas defende alguém com o “perfil” do ministro.

“Sempre falei, durante a pré-campanha minha e campanha, que queria alguém no Supremo do perfil do Moro. Nada além disso”, disse Bolsonaro, após um almoço na casa de um colega militar.

Neste sábado, Bolsonaro disse que só revelará sua indicação em novembro do ano que vem, em referência ao mês em que o atual decano do tribunal, ministro Celso de Mello, completará 75 anos e terá que se aposentar.

“Em novembro do ano que vem te digo em primeira mão.”

Com informações do Globo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum