segunda-feira, 28 set 2020
Publicidade

Após ONU, Bolsonaro arrisca fala sobre geopolítica e dispara declaração non sense

Após as pérolas no discurso da Assembleia Geral da ONU, que renderam críticas dos principais jornais do mundo, o presidente Jair Bolsonaro, já no Brasil, arriscou uma fala no âmbito de geopolítica para tratar sobre os interesses de outros países na Amazônia e acabou disparando uma declaração non sense – isto é, sem sentido algum.

Ao conversar com jornalistas, nesta quinta-feira (26), em Brasília, Bolsonaro disse: “Assim como no passado as Malvinas estavam para a Argentina, hoje a Alemanha está para o Brasil”.

A frase do presidente carece de coerência histórica. As Ilhas Malvinas (Falkland), hoje sob o domínio britânico, ficam em águas argentinas e foram alvo de uma disputa entre a coroa inglesa e o governo militar argentino nos anos 80. A guerra terminou com a vitória do Reino Unido, que mantém até hoje a soberania – ainda questionada – sobre o território.

Bolsonaro, portanto, provavelmente confundiu Alemanha com Amazônia, já que sua tese é que outros países estariam interessados no território brasileiro, assim como o Reino Unido era interessado e conquistou o território argentino.

Assista ao momento em que o presidente dispara a frase que ninguém entendeu.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.